As regras do Banco de Portugal (BdP) que visam pôr um travão à concessão de crédito à habitação e ao consumo entraram em vigor este domingo (1 de julho). As recomendações foram anunciadas pelo regulador a 1 de fevereiro e estabelecem que as famílias só podem gastar metade do seu rendimento com empréstimos bancários. As regras do Banco de Portugal (BdP) que visam pôr um travão à concessão de crédito à habitação e ao consumo entraram em vigor este domingo (1 de julho). As recomendações foram anunciadas pelo regulador a 1 de fevereiro e estabelecem que as famílias só podem gastar metade do seu rendimento com empréstimos bancários. O objetivo do supervisor é simples: impedir que os bancos assumam riscos excessivos na concessão de novos créditos e fazer com que os clientes tenham capacidade para pagar as suas dívidas.